medir a satisfacao do cliente

Hoje em dia, fechar um negócio deixou de ser somente o ato da venda. Quer dizer, essa parte é importante (e muito!) mas deixa de definir o fim do seu contato com o cliente.

Para entender melhor esse processo, pense o seguinte: você tem uma padaria. O seu objetivo é vender os pães, guloseimas e quitutes, certo? Mas o que seria do seu negócio se os clientes passassem por lá uma só vez, comessem uma broa, levassem para casa um leite e não voltassem mais? Como você construiria sua clientela? Difícil, não é?

O problema desse exemplo é que, nele, você não se preocupou em fidelizar o cliente. E essa prática é fundamental para o sucesso dos seus negócios. Por isso é tão importante medir a satisfação no fim das transações.

Para que você não se perca mais em meio a esse processo, listamos, neste post, algumas métricas para avaliar a satisfação do cliente. Confira!

1. Definição do modelo de avaliação

Antes de medir resultados, é importante lembrar que você precisa se atentar a todos os detalhes que vão garantir uma experiência satisfatória para o seu cliente. Afinal, se o processo de compra não correr bem, seus índices de satisfação serão sempre baixos.

Existem várias formas de medir a satisfação do seu cliente. Dentre elas, está a Customer Satisfaction Score, que avalia o contentamento do cliente no curto prazo. A partir do resultado obtido, você aprimora seus serviços para atender melhor o público.

Outro método é a utilização do Net Promoter Score, que permite a você acompanhar toda a experiência de compra do cliente e, dessa forma, entender quais são as etapas que precisam de melhorias, bem como quais são os principais pontos de atenção do seu negócio.

2. Acompanhamento do produto

Avalie o material vendido por meio de pesquisas de mercado. É importante que você saiba a qualidade do que está sendo oferecido aos seus clientes para entender se aquilo realmente está atendendo às necessidades do seu público ou se algo precisa ser ajustado.

3. Estabelecimento de prazos

A organização é importante aqui. Qual será a periodicidade das medições? Quais métricas serão usadas para quais etapas? Quais são os principais dados a serem colhidos?

Planeje com cuidado todo o processo para garantir o sucesso na hora de compreender os resultados.

4. Medição da experiência do cliente

Lembre-se que medir a experiência do cliente é um processo que deve ser contínuo. Analise o seu negócio frequentemente em busca de falhas nos processos e, ao identificá-las, promova ações rápidas para corrigi-las. Dessa forma, você consegue melhorar a experiência do cliente, oferecendo serviços cada vez mais satisfatórios.

Pense no seu público em cada etapa do processo, sempre estudando novas formas de tornar sua experiência cada vez mais prazerosa e, consequentemente, melhor.

Agora que você já conhece algumas métricas eficientes para medir a satisfação do cliente, use esse conhecimento no seu negócio e colha resultados cada vez melhores! Gostou das nossas dicas? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de outros conteúdos como este!

Deixe um comentário