erros no atendimento ao cliente

Em um mercado consumidor cada vez mais concorrido, é essencial que o empreendedor busque fidelizar seus clientes, oferecendo qualidade nos produtos e nos serviços que comercializa, evitando ao máximo cometer erros de atendimento ao cliente.

Um freguês satisfeito é a base de todo negócio. Sem isso, não haverá prosperidade financeira para o empreendimento. Visando otimizar sua captação de clientes e os seus lucros, reunimos, neste post, 5 ótimas dicas do que deve ser evitado no atendimento ao cliente. Confira!

Não conhecer o seu cliente

Trata-se de ponto chave no atendimento. É necessário que o empreendedor esteja atento aos desejos do cliente, seus anseios, suas expectativas de qualidade, o quanto estão dispostos a pagar pelo produto, suas preferências de cores e estilos, etc.

Para entender o cliente, o empresário pode se valer de uma breve análise do mercado consumidor, observando as novas tendências e também o que costuma ser tradicionalmente mais vendido.

A primeira abordagem no atendimento direto ao cliente também mostra-se bastante eficaz. Sendo assim, não ouvir a necessidade do cliente e oferecer produtos que não o agradarão é motivo mais que suficiente para ele não voltar mais a fazer negócio com a sua empresa.

Possuir colaboradores despreparados

Certifique-se que você está cercado por uma equipe qualificada, que preza pelo bom atendimento, que conhece os produtos comercializados, que não deixa problemas externos interferirem na relação com os clientes e que busca soluções de forma proativa.

Lembre-se: uma boa equipe começa por bom chefe! Portanto, seja um bom líder dentro da empresa, mantenha os funcionários motivados e seja exemplo de dedicação e profissionalismo aos demais. Siga sempre a linha de corrigir os colaboradores em particular e os elogiar em público, e busque ser espelho de dedicação e profissionalismo no seu negócio.

Pressionar o cliente a comprar o produto

Transforme o processo de venda em uma experiência agradável. Dê oportunidade para que o cliente expresse o que procura na sua empresa. Depois de ouvi-lo, procure indicar as melhores opções dentro daquilo que ele descreveu no diálogo.

O cliente, quando pressionado pelo vendedor, acaba se sentindo desconfortável no ambiente, e pode realizar a compra em outro local que lhe ofereça um melhor atendimento.

Deixar de lado o pós-venda

Muitos empreendedores se preocupam em excesso com as vendas e deixam de lado um relevante aspecto para a fidelização dos clientes: o pós-venda.

A dificuldade em encontrar um canal para reclamações e a imposição de obstáculos por parte das empresas na hora de trocar e reparar produtos, acaba acarretando na perda de credibilidade do comerciante junto aos consumidores, levando-os a procurar outras lojas em futuras compras.

Não medir o nível de satisfação do cliente

Tenha, na sua empresa, ferramentas para mensurar o nível de satisfação dos clientes que são atendidos. Um bom software pode ser a solução para enviar formulários de pesquisa via e-mail ou divulgá-los nas redes sociais, podendo, ainda, incluí-los no seu site.

Deixe os erros de atendimento ao cliente no passado, aperfeiçoe-se e experimente voos mais altos para a sua empresa. Como dizia o empresário Sam Walton: “Só existe um chefe: o cliente. E ele pode demitir todas as pessoas da empresa, do presidente ao faxineiro, simplesmente levando seu dinheiro para gastar em outro lugar”.

Gostou deste artigo? Então compartilhe-o nas suas redes sociais!

Deixe um comentário