como fazer pesquisa entre os funcionarios

Quando se trata de clima organizacional e satisfação dos colaboradores, nem sempre a teoria é vista na prática. Todos os gestores entendem a relação entre a satisfação dos seus funcionários e suas respectivas produtividades. Mesmo assim, muitos não investem em uma boa pesquisa de satisfação para buscar a raiz dos problemas comportamentais na empresa.

Fato é que, por não praticarem o que se sabe das teorias da administração, muitos gestores acabam tomando decisões equivocadas em relação a equipe sem se dar conta que existem ferramentas de pesquisa de satisfação modernas e fáceis de serem aplicadas.

Para não demitir um funcionário injustamente ou desperdiçar algum talento, confira, a seguir, um guia com passos simples para realizar uma pesquisa de satisfação realmente eficaz.

Identifique os objetivos gerais e específicos

Empresas de grande porte ou com muitas filiais devem identificar quais as respostas pretendem receber da pesquisa de forma geral e também de forma setorizada, pois setores e filiais podem possuir pontos fortes e fraquezas distintas do global.

É possível que um setor esteja enfrentando problemas de comunicação que geram estresse entre a equipe enquanto outro esteja com problemas com o excesso de burocracia nos processos.

Desenvolva um questionário de pesquisa de satisfação

Como existem resultados gerais e específicos por setor, as perguntas devem abordar a totalidade das interações dos colaboradores. Perguntas com múltiplas escolhas e questões abertas devem ser mescladas de acordo com o objetivo da pesquisa.

Faça perguntas que questionem os seguintes pontos:

  • Infraestrutura;

  • Ferramentas oferecidas;

  • Efetividade dos processos;

  • Comunicação interna e externa;

  • Desempenho de supervisores;

  • Recebimento de feedbacks do trabalho;

  • Perspectivas de crescimento;

  • Plano de carreira e de gratificações;

  • Nível de satisfação no emprego.

Comunique sobre a execução da pesquisa

Escolha a ferramenta para a aplicação da pesquisa de satisfação e comunique a todos os colaboradores sobre o objetivo da pesquisa e sobre como ela será executada.

É importante ressaltar que ela será feita em sigilo, que todos terão um prazo para entregá-la (normalmente 20 dias após o início da aplicação) e que se por um acaso se sentirem intimidados ou coagidos a responderem de forma diferente da realidade, poderão notificar pessoalmente ao responsável pela pesquisa.

Este é um dos motivos pelos quais empresas tem adotado modelos online de pesquisas de satisfação. Além de garantirem sigilo aos colaboradores, ainda são mais fáceis de serem compiladas.

Faça a aplicação da pesquisa de satisfação

Defina uma data inicial e final e garanta que todos os colaboradores tenham acessos exclusivos para a pesquisa. Peça o comprometimento de todos os gestores para que suas equipes respondam a pesquisa.

Compile os dados e faça uma análise dos resultados

Com os dados levantados, apure fazendo planilhas e cruzamentos de dados. Considere dados de setores que se relacionam diretamente e também outros fatores que afetam o clima organizacional como liderança, reconhecimento do trabalho, recompensas e benefícios oferecidos, autoestima dos funcionários, confiança e fidelidade à empresa. Todos eles podem ser identificados em pesquisas de satisfação.

Divulgue os resultados

Após as análises, informe os resultados para os diretores e tomadores de decisão da empresa com sugestões de estratégias para melhoria do clima organizacional que tenham sido apontadas pelos funcionários.

Posteriormente, libere também os resultados para o restante da empresa.

Crie um calendário de ações

Em conjunto com a diretoria, crie um calendário de ações que podem amenizar ou sanar os problemas identificados pela pesquisa de satisfação. Tenha em mente que estas ações não estão restritas à demissão de “funcionários problemas” ou aquisições de novos equipamentos caros. Elas também podem envolver treinamentos e melhorias em processos.

A pesquisa de satisfação pode trazer informações estratégicas para diminuir a rotatividade, estimular a criatividade e o empreendedorismo dos funcionários, reter talentos, aumentar o engajamento global e até mesmo diminuir o número de afastamentos por motivos de doenças. Tudo isto porque ele afeta diretamente nas relações humanas e na visão que os funcionários têm da empresa.

A sua empresa aplica pesquisas de satisfações regularmente? E como anda o clima entre os funcionários? Compartilhe suas experiências conosco nos comentários abaixo!

 

Deixe um comentário