gatilhos-mentais-como-fidelizar-e-conquistar-clientes-com-essa-tecnica.jpeg

Em tempos de crise econômica, convencer o consumidor de que vale a pena investir num produto ou serviço é uma verdadeira batalha. Além da concorrência, é necessário vencer (em alguns casos) o receio do cliente em adquirir algo novo. E é nesse cenário que os gatilhos mentais têm um papel fundamental.

Eles consistem em um mecanismo de filtragem que atua no sistema nervoso e consegue influenciar nossas escolhas. Também são importantes para fidelizar os consumidores, o que contribui para o fortalecimento de uma marca.

Neste post, vamos apresentar recursos interessantes para persuadir seus consumidores. Confira!

1. Reciprocidade

Como diz o ditado, gentileza gera gentileza. É isso que rege o gatilho da reciprocidade. Ao oferecer materiais gratuitos para a clientela, o empresário começa a criar uma relação mais próxima com o público-alvo.

Essa atitude faz com que o consumidor sinta que precisa retribuir de alguma forma o benefício concedido pelo estabelecimento. Isso proporciona algumas vantagens para o empreendedor, como o aumento no cadastro de clientes que recebem ofertas da loja por e-mail.

2. Prova social

Ninguém gosta de ficar isolado o tempo todo. A vida fica bem mais agradável quando pertencemos a grupos sociais. De olho nessa tendência, o gatilho da prova social é bastante poderoso para estimular o consumo.

Um bom exemplo é a expansão na compra de smartphones. Ao contar com esse tipo de aparelho, a possibilidade de uma pessoa ficar mais à vontade numa roda de amigos é bem maior.

Não tenha dúvida de que sociabilidade e poder de compra andam lado a lado no contexto atual. É importante saber usar isso a seu favor para fidelizar os clientes.

3. Autoridade e os gatilhos mentais

Se você é empresário e possui contato com alguém de grande prestígio social ou de renome na área de atuação do seu negócio, não perca tempo em aproveitar o potencial dessa autoridade para expandir os lucros.

Imagine que você tem um colégio de ensino médio e pretende aumentar o número de alunos. Nesse caso, uma boa maneira de atrair mais estudantes seria conseguir o depoimento de um ex-aluno que obteve um resultado expressivo no Enem, por exemplo.

Essa medida vai gerar uma identificação com o público-alvo, que perceberá na instituição uma forma de alcançar dois objetivos importantes: boa nota no processo seletivo e uma vaga em universidades de alto nível.

A estratégia da autoridade funciona muito bem em diversos tipos de negócios. Basta apenas saber o momento certo de utilizá-la.

4. Novidade

Quem não gosta de uma novidade para sair da rotina, não é mesmo? Ao saber de um produto novo, a curiosidade toma conta do consumidor, independentemente da faixa etária.

A criança, por exemplo, vai ficar bastante animada em ter o boneco novo do seu super-herói predileto. O adulto também não vai perder tempo em comprar um carro mais moderno da sua marca favorita.

Adquirir algo novo é um prazer para a maioria das pessoas. As empresas de tecnologia sabem disso, por isso buscam sempre trabalhar com inovação e lançar produtos cada vez mais modernos.

Com certeza, é fácil perceber que os gatilhos mentais podem fazer toda a diferença na hora de conquistar o consumidor. E quem souber aproveitá-los vai conseguir se destacar no mercado. Se você gostou deste post, compartilhe-o nas suas redes sociais. Afinal, o conhecimento merece ser difundido!

Deixe um comentário